Select Page

por Adriano Passini

meditacao e imaginacao

O poder da meditação é algo que transcende o que os limites da mente humana, mas o que ela tem haver com a imaginação? Se a meditação é a arte de silenciar a mente, como posso obter o poder da imaginação enquanto medito? Parecem duas coisas contraditórias, mas, na verdade, não são. A imaginação é algo realmente incrível, que pode ser, de certa forma, um sinônimo de inspiração.

Sri Chinmoy escreveu vários poemas sobre a imaginação. Eis abaixo um deles, que relata o poder dela:

“O poder da imaginação nunca poderá ser mensurado.”

Um dos maiores físicos de todos os tempos, senão o maior, Albert Einstein, certa vez disse uma frase que reflete perfeitamente o que está por trás imaginação:

“Imaginação é mais importante que o conhecimento.”

Durante a meditação nós elevamos nossa consciência, nos abrimos a uma fonte ilimitada de luz, paz e sabedoria. Esse processo é longo e gradual, e são necessários muitos anos de prática diária para termos acesso a tudo isso. Enquanto meditamos, se a meditação for feita do modo correto, é possível que um dos frutos seja a inspiração para realizar algo. Essa inspiração pode vir na forma de uma sutil percepção de alguma coisa, que nada mais é que uma pequena obtenção de luz vinda de um plano mais elevado de consciência, que certamente está diretamente ligada ao poder da meditação. Abaixo, mais um exemplo que Albert Einstein escreveu:

Penso noventa e nove vezes e nada descubro; deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio – e eis que a verdade se me revela.”

A partir do momento que recebemos essa inspiração, nossa imaginação começa a agir, criar e moldar essa ideia. É algo natural de se acontecer. Por exemplo, se essa ideia for uma viagem a ser realizada, nós começamos a planejar a viagem. O ato de iniciar o planejamento, nada mais é que uma materialização desse acontecimento, é como se criássemos um universo paralelo dentro de nossa mente, com cada detalhe a ser cumprido.

Evidentemente, existem pessoas com capacidade intrínseca de utilizar a imaginação, mas qualquer pessoa é capaz de fazer isso a um certo grau. Quando recebi a inspiração de nadar o Canal da Mancha, que foi através de várias meditações, foi exatamente esse processo que aconteceu. A imaginação e planejamento começaram a ser ativadas, e cada detalhe dessa jornada, cada treino, cada passo, foi acontecendo de forma espontânea e natural. Inclusive a própria travessia foi algo planejado minunciosamente, e o que houve na verdade foi uma materialização do que foi imaginado.

É como se algo já estivesse realizado e concretizado no mundo interior, e o trabalho que tive foi apenas o de materializar isso no mundo exterior. De certa forma, o poder da imaginação deve ser utilizado apenas para o bem. Sri Chinmoy descreve em mais um dos seus aforismos sobre o poder da imaginação que ela deve ser utilizada de forma adequada.

“Imaginação possui poder.
Imaginação é poder.
Entretanto, tenha certeza de ter
Uma boa e elevada imaginação.”

Portanto, meditação e imaginação são dois amigos inseparáveis. Mormalmente a meditação convida a imaginação a fazer parte de uma realidade. Basta o buscador espiritual possuir determinação e dinamismo suficiente para aplicar essa inspiração na sua vida.

Páginas relacionadas

Meditação na mídia – fatos e mitos, superficialida... Sri Chinmoy nos anos 70 por Patanga Cordeiro Coisas que vemos na TV, jornais ou sites, como “meditação para curar depressão”, “meditação para a...
Como não ter sonhos ruins pesadelos Quem pode sonhar? Quem está sonhando? Quem sempre sonhará? Apenas o amante-Deus Dentro do coração-aspiração do buscador. - Sri Chinmoy ...
Como ter paz interior? Palestra de Sri Chinmoy proferida nas Nações Unidas sobre o tema da paz interior e a paz exterior. A paz é o nosso direito de nascimento: como po...
O significado da morte e experiências de quase mor... O significado da morte e experiências de quase morte Textos de Sri Chinmoy, do livro Morte e Reencarnação Mais sobre morte e reencarnação &nb...