Select Page

A importância da leitura para a meditação

Costumo ler por 20-30 minutos depois de meditar de manhã cedo. Hoje, após meditar, lembrei de fazer algo, que me fez fazer mais algo, e mais algo. Quando fui ver, já tinha pulado a minha leitura diária da manhã. Pensei “de tarde eu leio, então.”

Fiz várias coisas na hora do almoço, trabalhei, etc, e me percebi bem inquieto. A minha cabeça estava funcionando de forma diferente. É algo que acontece quando uso muito o computador ou o telefone.

Aí pensei: melhor ir ler agora, antes que não dê tempo, e também para recuperar o equilíbrio mental. Deitei na rede e fiquei lendo uns 20-30 minutos histórias do meu Mestre Sri Chinmoy. Saí dali completamente diferente. Estava sólido, claro, inspirado. Não só o conteúdo da leitura, mas a própria atividade da leitura ajudou-me a retornar a ser alguém razoável e mais equilibrado.

Mais profundo do que isso, outro motivo para ler livros que foram escritos por Mestres espirituais que realmente alcançaram a realização última, ou pelo menos buscadores muito avançados, é que essa leitura trará uma luz ou uma certa luminosidade para a sua mente. Assim como precisamos fazer exercícios corretamente para o nosso corpo físico estar em condições adequadas para a nossa vida, também a mente precisa de luz (e não mera informação) para agir de forma vasta e luminosa (que são as qualidades da mente), ao invés de desconfiada e duvidosa (que é o que a informação seca nos traz.)

A importância da leitura

A Casa Madal – restaurante vegano em SP

feijoada vegana sp moqueca torta limao legumes

Restaurante A Casa Madal oferece comida vegana na Vila Mariana em SP

Comida plant based, caseira e feita com boas energias. Essa é a proposta do Bistrô Mahakali que fica na Casa Madal, na Vila Mariana — oferecer uma comida num conceito de slow food, feita com consciência, para as pessoas degustarem com tranquilidade. Originalmente aberto para receber as pessoas, nesses tempos de quarentena está operando com encomendas por delivery (de bike) ou retirada no local, de quinta a domingo de 12h às 17h.

A Casa Madal é um espaço colaborativo criado em homenagem ao líder espiritual Sri Chinmoy por seus alunos de meditação. Além do Bistrô Mahakali, o espaço foi idealizado para oferecer cursos gratuitos de meditação, aulas de yoga, oficinas diversas e também tem uma lojinha de produtos sustentáveis, naturais e veganos.

Atualmente o bistrô Mahakali possui um cardápio com pratos do dia que são servidos de quinta a domingo, são eles:

● Macarrão de Arroz à Bolonhesa de Lentilha
● Moqueca de Frutos do Mato
● Feijoada Veg
● Curry de Grão de Bico com Espinafre

Além disso também são servidos burguer vegano caseiro; doces veganos, como bolo pão de melado, brownie e torta de limão; e salgados como tortas e quiches. Tudo preparado com muito cuidado.

A Casa Madal restaurante vegano
Endereço: Rua Paula Ney, 667 – Vila Mariana – São Paulo/SP
Encomendas e cardápio (WhatsApp): (11) 98128-1376
Horário de funcionamento temporário: Quinta a domingo de 12h às 17h (flexível para encomendas)
Instagram: @casamadal

casa madal restaurante vegano em sp vila mariana

Sinais de que as coisas estão melhorando

por Patanga Cordeiro

Os Mestres espirituais são notoriamente positivos na sua valorização da situação atual do mundo. Por mais que tenham de lidar com os desafios de cada era, que por vezes parecem enormes, o fato é que saindo do particular e indo para o geral, tudo está fazendo progresso e melhorando. A nossa própria existência no mundo existe para o progresso.

Estive visitando amigos e meus pais em Curitiba, e vi no aeroporto algumas mensagens que gostei e me lembraram de coisas espirituais. Seguem abaixo com alguns comentários.

“Vai com (c)alma”

Sim, calma é importante, mas a alma é o motivo de estarmos vivos aqui – o progresso da alma é a razão de termos uma vida na Terra.

“<- Ser feliz / Ter razão ->”

Razão também é uma coisa correta. Mas ela é limitada por ser algo que pertence à mente. Se estivermos falando de felicidade real (e não prazer, que é outra coisa), ele vai muito além da razão, passando pela fé (genuína) e chegando na realização do Real.

“Wanderlust”: anseio pela busca

Tem horas que você não está inquieto (que é outra coisa), mas é movido a buscar pois não está satisfeito com a razão de fazer ou ser as coisas – está buscando se tornar algo mais significativo, e não simplesmente aumentar as suas posses ou vagar para se distrair.

“É para amar todo mundo, não vale escolher”

Com a imagem do Cristo, a frase até muda de valor. Se antigamente tínhamos escravidão no cotidiano, hoje temos Madre Teresa.