Select Page

Um diário espiritual para escrever todos os dias

diario livroInspirados nos ensinamentos de Sri Chinmoy, organizamos um formato de diário para auxiliá-lo no seu progresso interior.

 

 

Como usar o seu diário-coração

Preencha o local onde está, o dia da semana, e a data a cada dia na primeira linha. 

De manhã cedo, concentre-se no seu Coração por um minuto, sentindo-se grato. Escreva então um ou mais motivos para ser grato no diário. Coisas que lembrem você de sentir gratidão a Deus, gratidão ao ser humano, à sua busca, à sua percepção de si, às suas realizações interiores, do seu próprio jeito.

Escreva também coisas que pretende realizar ou posturas a adotar hoje que tornarão esse um dia de muito progresso e inspiração.

Se quiser, você pode também decorar a mensagem que há no cabeçalho da página. Tente recitá-la ou lembrar dela algumas vezes durante o seu dia; tente vivê-la.

À noite, por um minuto concentre-se em gratidão no seu coração. Pense em boas qualidades que enxerga em si mesmo e que viu no seu dia, e escreva-as no diário.

Escreva também as experiências significativas que teve, coisas da sua vida interior, coisas que um dia podem lembrar você de que está fazendo progresso constante na sua vida. Ou até mesmo uma frase que leu ou sensação que gostaria de lembrar para sempre.

Ao final, caso esse dia tenha sido memorável de uma forma especial, anote-o na página final do livro com os “dias extraordinários”. Esse será um índice que você cria com os acontecimentos principais que anotou no seu diário. Quando estiver precisando de uma inspiração ou força positiva no seu dia, basta você ir até essa página e lá encontrará os dias mais inspiradores do seu ano. Ao ler como esses dias foram, você voltará a se sentir repleto de esperança e gratidão.

 

O meu diário

Nas primeiras horas da aurora,

Nas tardias horas da noite,

Eu escrevo o meu diário.

O meu diário só abriga uma palavra:

Gratidão.

Gratidão à Compaixão de Deus,

Gratidão ao serviço do homem,

Gratidão à busca pela minha auto-transcendência,

Gratidão ao meu auto-questionamento,

Gratidão à minha descoberta-Deus.

– Sri Chinmoy (em tradução)

The Dance of Life, part 6, Agni Press, 1973

Páginas relacionadas

Livro Bhagavad Gita – capítulo 3 – Yog... do livro de Sri Chinmoy, Comentários sobre o Bhagavad Gita   Livro Bhagavad Gita - capítulo 3 - Yoga da Ação   Através da nossa ...
Livro com 222 Técnicas para Meditar Livro: 222 Técnicas de Meditação 222 Exercícios guiados Adequados para iniciantes e buscadores avançados que desejam explorar o mundo da meditação...
Poemas sobre os grandes Mestres espirituais Sri Chinmoy Os grandes Mestres espirituais que existiam na humanidade são uma inestimável fonte de inspiração e iluminação. Separei diversos afori...
O Mestre e o Discípulo – livro de Sri Chinmoy sobr... Título: O Mestre e o Discípulo / The Master and the Disciple Considerações sobre a a relação Guru-discípulo 200p, Aum Publications, Nova Iorque ...

2018 – Julho – próximo curso de meditação na capital de São Paulo

 

O próximo curso de meditação será em SP no meio de Julho. Para participar, acesse a página de inscrições.

Páginas relacionadas

2015-DEZ | Curso de meditação grátis em São Paulo... DEZ/2015 | Curso de meditação gratuito em SP No início de dezembro ofereceremos o último curso deste ano. Todos estão convidados. Aborda...
Junho / 2018 – curso para iniciantes na medi... O próximo curso será em SP. Para mais informações acesse o site de SP.
2018 – Maio: curso de meditação em SP capita... O próximo curso de meditação gratuito será em São Paulo capital, em maio. Para participar, acesse a página de informações sobre o curso de meditaçã...
2017/09 – curso de meditação em SBC-SP O próximo curso de meditação em São Bernardo do Campo será em setembro/2017. Para participar, acesse a página do curso de meditação em SBC.

Junho / 2018 – curso para iniciantes na meditação em SP

O próximo curso será em SP. Para mais informações acesse o site de SP.

Páginas relacionadas

2018-03 Aula de meditação em SP As próximas aulas de meditação em SP serão no fim de Março. Acesse a página de contato para saber mais sobre o curso e fazer a sua inscrição.
2016/MAR – SP, Rio e Niterói – Curso p... Em março de 2016 ofereceremos um curso gratuito de meditação em inglês, dado pelo nosso colega Kritartha Brada. Kritartha é da República Tcheca, prati...
2017/Abril – curso de meditação intensivo em... O próximo curso será no fim de abril, começando na semana e provavelmente terminando no fim de semana em São Paulo. Para saber mais e participar, v...
Meditação no Ano Novo Meditações de Ano Novo e como aprender a meditar em 2018 Poemas e aforismos de Sri Chinmoy   Possa a beleza do Ano Novo Embelezar o m...

Audiobook – download gratuito mp3 – A Aventura da Vida, por Sri Chinmoy

yoga livro

Disponibilizamos gratuitamente a gravação do audiobook do livro A Aventura da Vida em mp3

 

Capítulos do livro Yoga, meditação e a arte de viver: A Aventura da Vida

  1. Liberdade e paz
  2. O que é yoga?
  3. Yoga e a vida material
  4. O caminho e os passos do yoga
  5. Religião, espiritualidade e yoga
  6. Deus e os mundos superiores
  7. Chakras, poder oculto e kundalini yoga
  8. Mestres verdadeiros e mestres falsos
  9. Espiritualidade e sociedade
  10. O fim do mundo, forças malignas e a origem da humanidade
  11. Meditação
  12. Alimentação, saúde e esporte
  13. Vida familiar
  14. Meditação no trabalho

Páginas relacionadas

Livro Bhagavad Gita – capítulo 3 – Yog... do livro de Sri Chinmoy, Comentários sobre o Bhagavad Gita   Livro Bhagavad Gita - capítulo 3 - Yoga da Ação   Através da nossa ...
Poemas completos de John Keats – “A beleza é... Poemas completos de John Keats - “A beleza é uma alegria eterna.” por Patanga Cordeiro Complete Poems of John Keats, Wordsworth Edition. ...
Livro Bhagavad Gita – capítulo 10 – A ... do livro de Sri Chinmoy, Comentários sobre o Bhagavad Gita   Livro Bhagavad Gita - capítulo 10 - A Perfeição Divina e Universal   ...
A meditação com mantras e o mantra Gayatri Pergunta: A meditação com mantra pode levar à Meta? Sri Chinmoy: Certamente um mantra pode levar à Meta. Um mantra tem poder. O poder mântrico pode...

Yoga e Meditação

Por Adriano Passini

Atualmente a palavra yoga está muito difundida em nossa sociedade, porém, as vezes me pergunto se o verdadeiro significado dessa palavra é compreendido. A palavra yoga significa união com Deus, é uma palavra proveniente do sânscrito, uma língua antiga da Índia. De acordo com Sri Chinmoy, essa união, acrescida da aspiração, disciplina, dedicação e outras muitas qualidades da vida espiritual, levarão o buscador a comunhão completa com Deus, ou como preferir, iluminação ou Deus-realização, termo muito utilizado por Sri Chinmoy.

Existem vários tipos de Yoga, dentre elas as mais famosas são: Karma yoga, que é o serviço dedicado à Deus, Bhakti yoga, que é a devoção à Deus, e Jnana yoga, que é a yoga do conhecimento. Segundo Sri Chinmoy, Sri Aurobindo, que foi o seu mestre espiritual, uniu esses tipos de yoga e criou a Integral yoga, que em resumo, seria a prática de todas essas yogas como um método mais rápido e eficiente para se alcançar a união com Deus.

Mas a yoga mais praticada que tanto ouvimos falar é a Hatha yoga, que nada mais é que uma preparação para a meditação. Hatha yoga são uma série de técnicas de concentração, respiração e exercícios físicos. No caminho de Sri Chinmoy, nós não estudamos este tipo de yoga, não que ele não seja adequado, longe disso, mas porque nós utilizamos outros tipos de atividade física como parte da nossa disciplina e auto-transcendência, tais como: corrida, natação e ciclismo, normalmente aplicados a eventos de longa distância.

A prática de esportes em nosso caminho, nos leva ao benefício de boa forma física e capacidade de superação de nossos limites, é como se fosse um “convencimento” para a nossa mente, que somos capazes de realizar feitos que nem sonhávamos antes de iniciar a prática da meditação. Isto é, podemos dizer que o meio em que nos preparamos para a meditação compatível com a Hatha yoga são os esportes. Porém, o mais adequado é que o buscador se sinta bem com o que ele faz. Se a Hatha yoga lhe traz bons benefícios, então deve ser praticada.

Segundo Sri Chinmoy, se alguém quer ir além, muito além em medida infinita, se quiser conhecer a verdadeira paz e felicidade, então não será através da atividade física e nem da Hatha yoga. O buscador espiritual deverá rezar e meditar de forma intensa com muita disciplina e superar as dificuldades e as qualidade não-divinas, tais como: medo, ansiedade, impureza, dúvida, orgulho, etc.. Portanto, os esportes e a Hatha yoga serão apenas mecanismos para facilitar esse aprendizado espiritual.

Páginas relacionadas

Kundalini yoga Kundalini yoga é uma forma de yoga ancestral que lida com a abertura dos chakras em busca da iluminação. Alguns mestres do século XIX e XX como Sri Ra...
Espiritualidade e yoga Espiritualidade e yoga Por Sri Chinmoy, do livro Meditação, Yoga e a Arte de Viver: a Aventura da Vida   Espiritualidade não é mera tole...
Japa yoga – mantras e cânticos A lembrança do Nome de Deus É um céu-perfeição. A repetição do Nome de Deus É um sol-satisfação. -Sri Chinmoy textos do livro A Fonte da ...
Yoga, os desejos e a vida material Yoga e a vida material Por Sri Chinmoy, do livro Meditação, Yoga e a Arte de Viver: a Aventura da Vida   Um místico pode viver na terra de...

Segredos da meditação para crianças

Sete segredos da meditação para crianças

por Patanga Cordeiro, baseado nos ensinamentos de Sri Chinmoy sobre meditação para crianças.

 

  • Imagine que o seu coração é um jardim cheio de flores e que você está lá dentro, brincando no jardim com todas as coisas bonitas que existem lá. Isso é uma meditação.

 

  • Você pode conversar com o seu Mestre, se tiver um (seja Buda, Jesus, Sri Chinmoy ou outro) – conte tudo o que estiver pensando para ele, todas as coisas boas, todas as coisas que não são boas, como está a sua escola, o que você gosta de fazer, como você ama seus pais e professores… O Mestre é uma criança da mesma idade que você, então ele entende tudo que você conta para ele. Você pode fazer isso olhando para a foto, durante a meditação ou mesmo durante o dia, na escola ou em casa. Isso também é uma meditação.

 

  • Você pode ler um texto que seja espiritual que goste várias vezes, em voz alta ou em voz baixa. Leia várias e várias vezes! Se fizer com atenção, também vale como meditação. Você também pode pedir para os seus pais lerem histórias espirituais para você.

 

  • Quando quiser ver Deus, olhe para o espelho e sorria! Não é brincadeira! Faça isso todos os dias!

 

  • Você pode fazer mantras junto com a sua respiração. Por exemplo, vamos fazer “Supreme”, que é um dos nomes de Deus, como se fosse o apelido favorite Dele. Quando puxar o ar, imagine que está dizendo “Suuuuuuuu….”. Quando soltar o ar, imagine que está dizendo “preeeeeeeeeeeme…”. Tente respirar bem devagar e repita 7 vezes ou mais.

 

  • Quando for meditar por um minuto antes de comer, sair de casa, andar de carro, etc, olhe para a figura do seu Mestre e respire sete vezes, bem devagar. Basta olhar e contar sete respirações longas. Você pode fazer o exercício acima, com o mantra Supreme, se quiser.

 

  • Durante o dia, lembre-se de sentir felicidade e gratidão ao mesmo tempo! Feliz e grato pela sua escola, pelos seus pais, pelos seus amigos, pela sua casa. Sinta-se alegre e grata a Deus e aos seus pais e a todas as pessoas.

 

E, se você é adulto… por que não tentar também?

Julho/2018 – Concerto gratuito de música para inspiração em Curitiba, Rio de Janeiro, Niterói e São Paulo

Songs of the soul

Julho/2018 – Concerto gratuito de música para inspiração em Curitiba, Rio de Janeiro, Niterói e São Paulo

Play video

Songs of the Soul é uma jornada musical de concertos sempre gratuitos realizados ao redor do mundo. Inspirados pela música e dedicação de Sri Chinmoy, essa prática de auto-doação pela paz e pelo despertar interior segue sua tradição desde seu início em 2008. Desde então, já foram realizados 208 concertos em mais de 130 cidades e 40 países.

Confira as fotos e vídeos de concertos anteriores realizados em outros países.

Chegou a vez do Brasil!

A jornada passará pelo Brasil e realizará concertos nas cidades de São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro e Niterói. Ficamos felizes em participar deste evento e convidamos você para desfrutar conosco dessa alegria e deleite em ouvir as músicas da alma.

 

Datas e locais dos concertos:

São Paulo: 9 de julho

Teatro Sergio Cardoso , R. Rui Barbosa, 153 – Bela Vista

 

Curitiba: 11 de julho

 Teatro Guairinha, Rua Quinze de Novembro, 971 – Centro

 

Rio de Janeiro: 13 de julho

Teatro Maison de France , Avenida Presidente Antônio Carlos, 58 – Centro

 

Niterói: 14 de julho

Teatro Municipal de Niterói , Rua Quinze de Novembro 35 (em frente ao Plaza Shopping) – Centro


O evento é gratuito, conforme a tradição dos concertos e os ensinamentos de Sri Chinmoy. Sendo assim, a entrada será por ordem de chegada. Portanto, recomendamos fortemente que cheguem com antecedência para garantir o seu lugar no teatro.

Os concertos são sempre organizados pelos Centros Sri Chinmoy locais e nos dedicamos para trazer para você esta manifestação inspiradora. Venha e convide seus amigos e familiares e, se quiser, divulgue para que mais pessoas possam aproveitar essa oportunidade única que foi trazida para pertinho de nós.

Confira também a lista completa por onde nossos músicos já passaram.

Se tiver alguma dúvida, entre em contato com a gente.

Te esperamos lá,

Sri Chinmoy Centre Brasil.

concerto gratuito sp rj niteroi curitba

Páginas relacionadas

Audiobook – download gratuito mp3 – A ... Disponibilizamos gratuitamente a gravação do audiobook do livro A Aventura da Vida em mp3 Aqui está a pasta com todos os 14 capítulos em .mp3...
Japa yoga – mantras e cânticos A lembrança do Nome de Deus É um céu-perfeição. A repetição do Nome de Deus É um sol-satisfação. -Sri Chinmoy textos do livro A Fonte da ...
Curso gratuito de meditação em Joinville / SC “A meditação é um presente divino. Ela simplifica nossa vida exterior e energiza nossa vida interior. A meditação nos proporciona uma vida natural e...
2017 – Maio – curso em São Paulo para ... O próximo curso de meditação gratuito será em São Paulo, em maio de 2017.

Yoga para iniciantes

yoga para iniciantes

Começando no yoga – yoga para iniciantes

por Patanga Cordeiro

Os oito passos do yoga

oito passos no sadhana ou disciplina espiritual: Yama, Niyama, Asana, Pranayama, Pratyahara, Dharana, Dhyana e Samadhi. Yama é autocontrole e abstinência moral; Niyama é a manutenção rigorosa de uma conduta e caráter; Asana são posturas físicas para tranquilizar o corpo e torná-lo um instrumento receptivo; Pranayama é a respiração sistemática para acalmar e ajudar a controlar a mente; Pratyahara é o afastamento da vida dos sentidos; Dharana é a fixação da consciência em Deus; Dhyana é meditação; e Samadhi é o transe, a união absoluta da consciência individual com a Consciência universal.

 

É preciso iniciar no (hatha) yoga?

No entanto, você não PRECISA começar pelos primeiros passos. O que acontece é que todos temos uma parte desses primeiros passos já desenvolvida. Yama e Niyama são virtudes morais. O próximo passo é desenvolver virtude física, ou seja, uma certa receptividade no físico.

É aí que entra a Hatha Yoga, que são os exercícios para principiantes no Yoga, que trazem uma tranquilidade e serenidade ao corpo, mente e emoções dos iniciantes.

A meditação, que é Dharana, Dhyana e Samadhi, vem por sobre a base criada no físico.

 

Qual é o valor do yoga?

Ou seja, o nosso objetivo é Dharana e Dhyana – as posturas físicas, chamadas de ásanas, servem para facilitar a meditação. É muito comum haver uma inversão – um pouco de meditação depois de uma hora de ásanas.

 

Como um iniciante, como posso começar a praticar yoga?

Na sua prática diária, para uma pessoa iniciante no yoga que consegue se concentrar um pouco por cinco minutos, talvez o melhor seja inverter: praticar alguns minutos de Hatha Yoga (asanas) por dia, e dedicar uma hora à meditação. Essa hora pode e deve ser dividida durante o dia. Talvez comece com 5-10 minutos de manhã cedo, mais 5-10 à noite, mas, com a prática, poderá chegar rapidamente a 20-30 minutos de manhã cedo e à noite novamente.

 

Páginas relacionadas

Kundalini yoga Kundalini yoga é uma forma de yoga ancestral que lida com a abertura dos chakras em busca da iluminação. Alguns mestres do século XIX e XX como Sri Ra...
Japa yoga – mantras e cânticos A lembrança do Nome de Deus É um céu-perfeição. A repetição do Nome de Deus É um sol-satisfação. -Sri Chinmoy textos do livro A Fonte da ...
Yoga e Meditação Por Adriano Passini Atualmente a palavra yoga está muito difundida em nossa sociedade, porém, as vezes me pergunto se o verdadeiro significado ...
Yoga e a libertação da mulher Abaixo algumas perguntas do livro Meditação, Yoga e a Arte de Viver: a Aventura da Vida Pergunta: Qual o papel da mulher na vida espiritual...

Meditação e maratonas – autotranscendência nos esportes

por Juliana

Minha história nos esportes

Quando criança e adolescente eu era a última a ser escolhida para as equipes de educação física. Eu tinha muito medo da bola. Naquela época, não havia incentivo da família ou mesmo amigos que tivessem amor pelos esportes, que servissem de inspiração. Quando me tornei adulta, acabei priorizando a vida profissional e não sobravam tempo e energia para os esportes. E assim se passaram 35 anos. Sempre começando a fazer academia e parando após 1 ou 2 meses de pouca assiduidade.

 

Como comecei a treinar para a maratona

Em setembro de 2017, conheci o centro de meditação Sri Chinmoy, que me ensinou a meditar e me apresentou um caminho para a autotranscendência. Uma das dicas que aprendemos no curso de meditação fornecido pelo centro, é que para uma boa meditação a prática de esportes é um dos itens de grande importância. O professor indicou a corrida, pois é um esporte que não custa, precisamos apenas de um tênis e vontade. Como não estava me sentindo satisfeita com a minha vida, meus hábitos e desejava algo a mais, decidi que faria tudo que me fosse recomendado, tentaria fazer diferente. Em uma das aulas nos foi apresentado um documentário sobre uma senhora, que corria por aproximadamente 60 dias, o dia inteiro, em uma prova de rua organizada pelo centro internacional Sri Chinmoy. Fiquei impressionada, como isso seria possível? Os médicos dizem que é impossível! Foi super inspirador e me senti na obrigação de correr pelo menos por duas horas no dia seguinte. Mas, como eu não costumava fazer exercícios, consegui correr por 5 minutos direto (foi um super desafio) e caminhei por mais 25 minutos, porque o professor havia recomendado pelo menos 30 minutos de exercícios diários. No dia seguinte, consegui 10 minutos, depois 15 minutos e assim sucessivamente até chegar nos 40 minutos totalizando 5 km de corrida sem intervalos. Quando fiz os 5 km, me senti muito feliz, como se algumas barreiras mentais tivessem desmoronado, eu nunca antes pensei em correr. Foi uma experiência bem especial! Continuei correndo. Como ainda não tinha o hábito de correr, as vezes era bem difícil sair de casa para isso. No início, costumava ir 1 ou 2 vezes por semana para uma praça próxima à minha casa.

Foi um desafio estabelecer a rotina, mas com a meditação começamos a nos perceber, nos conhecer e sentimos com mais clareza o que está acontecendo dentro nós. E percebi que quando corria meu dia era bem melhor! Na minha turma tinha uma colega muito especial, que é minha amiga hoje, que começou a correr muito, a fazer exercícios, e ela me inspirou a continuar e intensificar os treinamentos. O professor e os colegas que já participam do centro de meditação há algum tempo, na sua maioria, são maratonistas e ultramaratonistas, muitas mulheres e pessoas acima dos 60 anos (são muito inspiradores e isso me incentivou). Com o tempo os 5km passaram para 7km, depois para 9km. Estava me sentindo muito bem. Após quatro meses, havia conseguido estabelecer uma rotina de exercícios, resolvi fazer academia para fortalecer os músculos e percebi que desta vez seria diferente, não sentia que iria desistir, pelo contrário, o sentimento era bem diferente.

Em fevereiro, soubemos que aconteceria a Maratona Internacional de São Paulo, em abril, com várias modalidades de prova, então, pensei em fazer a prova dos 24 km, o que seria um grande desafio! Mas um colega do centro, que é ultramaratonista, me incentivou a fazer a maratona e eu, sem pensar, aceitei! No dia seguinte consegui correr 15 km. Foi incrível. Naquele momento percebi que poderia facilmente correr os 24 km, tornando a maratona o grande objetivo, o grande desafio. Bom, eu tinha dois meses para treinar. Meu marido faz provas e correu algumas meia-maratonas nos últimos 4 anos. Mas ele nunca pensou em fazer uma maratona, pois sabe o quanto a maratona exige do corpo e da mente. Quando eu disse para ele que iria fazer uma maratona, ele que conhece meu histórico com esportes e sabe como é uma meia-maratona, disse: – você está louca!

Peguei um treino com o colega que me inspirou a fazer a maratona, peguei dicas com o professor que é ultramaratonista também e com os demais colegas. Fiz os treinos, mas não exatamente como haviam me passado, mas me exercitei quase todos os dias.

 

Como foi a experiência de correr a maratona

Enfim chegou o grande dia, 08/04/2018. Acordei as 4h da madrugada, meditei e fomos. Estava me sentindo muito feliz e grata. Logo no início encontramos um idoso de 98 anos de idade que ia fazer a prova de 8km, foi uma grande inspiração, na sequência, encontrei com uma senhora de 68 anos, que é ultramaratonista e que iria correr por 12 horas na próxima semana, super inspiradora! Quando cheguei aos 21km meu corpo já estava doendo bastante, no 24km encontrei um senhor de 65 anos que estava ajudando, apoiando e incentivando a todos que passavam por ele, um verdadeiro um anjo, que me deu energia para continuar. Ele estava andando, porque estava lesionado, mas estava andando muito rápido. No quilômetro 30 percebi que já havia superado minhas expectativas e que terminaria a prova nem que fosse andando ou me arrastando. Meus amigos estavam muito à frente de mim, algo que percebi por conta das enormes curvas da USP. As pernas estavam muito pesadas, as ruas já estavam ficando bem vazias, a maioria das pessoas não estava mais correndo, mas apenas andando, e isso estava me influenciando. Como eu andava de hora em hora para tomar meu suplemento alimentar, encontrei novamente com o senhor anjo (falei que ele anda rápido né?) Ele apareceu no momento em que eu estava precisando, já estava bem esgotada fisicamente, me incentivou muito e eu continuei. Estava no quilômetro 36. Neste momento a dor se foi, comecei a correr como se estivesse começando a correr naquele momento, foi incrível, a dor foi embora e o cansaço também. Até que encontrei uma amiga, que estava muito à frente de mim, ela estava muito esgotada, seguimos juntas correndo até o quilômetro 40, quando voltamos a andar até que outro anjo aparecesse e nos acompanhasse até a linha de chegada.

 

A meditação nas maratonas

Percebi o quanto eu havia me transformado com a meditação e que sem ela eu, definitivamente, não teria conseguido fazer a maratona. Durante todo o percurso não duvidei, não senti medo, não permiti que a dor me dominasse. Pela primeira vez na vida, percebi que tinha o controle da minha mente e que, com isso, nós podemos tudo. Nos identificamos com a mente e temos a impressão de que ela detém a verdade absoluta. Neste processo, desde a decisão de fazer a maratona, sinto que, por meditar, não dei ouvidos as pessoas que tinham medo ou colocaram restrições que me impossibilitassem de fazer a maratona. Não duvidei de mim. Tive energia e força para treinar e foi tudo tão natural, espontâneo, diariamente fazia a meditação e limpava minha mente, a cada dia uma nova oportunidade de superação.

Senti que a maratona é um treino para a vida de quem busca se superar. Se você quer evoluir, a dor é inevitável, mas o sofrimento é uma escolha (frase famosa que antes não fazia nenhum sentido para mim). Na maratona, se você quer concluir o percurso e se superar, não há outra alternativa, senão superar a dor e seguir em frente.

 

Maratona e o dia a dia

Em dado momento, você percebe que o resultado da sua vida é de sua responsabilidade, se você não fizer o que tem de ser feito, ninguém pode fazer por você. Na vida de evolução é assim, nos apropriamos da responsabilidade pelos resultados da nossa vida, se a nossa vida não está boa, é nossa responsabilidade. Como na maratona, é com você, só você pode ultrapassar a linha de chegada.

Percebemos que os melhores amigos são aqueles que acreditam neles mesmos, se eles acreditam neles, eles acreditam em você, e, por consequência, eles irão te motivar a seguir em frente, irão acreditar em você e te empurrarão para cima. Como na maratona, os anjos que apareceram, eles sabem da própria capacidade e por isso, sabem da sua capacidade também.

Na vida, como seres humanos, nosso propósito também é passar à frente o que aprendemos e o que ganhamos. Após a prova, a minha amiga, aquela que finalizou a prova comigo, me falou que eu tornei os últimos quilômetros mais leves para ela, não sinto que fiz nada demais, mas fiquei emocionada porque durante a prova eu também contei com a ajuda de algumas pessoas, me sinto muito grata, apenas por transmitir o que recebi, isso também dá sentindo a nossa vida.

Por fim, o mais importante, na vida como na maratona, o controle da mente faz com que consigamos ultrapassar as barreiras do que é racional. Nosso mestre, Sri Chinmoy disse: “ Como pode a sua vida ficar satisfeita com pequenas realidades, se o seu coração tem grandes sonhos”. Com a meditação, nos autoconhecemos, nos fortalecemos e expandimos nossa capacidade. A mente nos limita, o coração nos expande. Durante a maratona foquei no meu coração, como faço durante a meditação. Com gratidão tive a força que precisava para seguir em frente e concluir a prova. Foi uma lição de vida, algo transformador.

Resumindo, eu consegui fazer a maratona e se você quiser, você consegue!

 

 

 

 

Páginas relacionadas

Como a meditação pode melhorar a sua performance f... Hoje parei para escrever sobre a relação entre os esportes e a meditação, que são duas coisas que fazem parte integrante da minha vida há 13 anos e qu...

Meditação e criatividade

Por Adriano Passini

 criatividade e meditacao            A meditação é a abertura de nossa consciência para a divindade, para planos mais elevados. Quando praticada de modo correto, a Graça Divina pode nos abençoar de diversas formas: alegria, luz, paz e, algumas vezes, criatividade. Criatividade é a capacidade que nós temos de criar algo, mas, se formos ao sentido mais elevado dessa palavra, ela é a mais pura manifestação de algo que imaginamos, depois criamos e finalmente manifestamos.

Mas como funciona esse processo de criatividade? Durante a meditação, nós podemos ativar de modo consciente ou inconsciente alguns chakras. Os chakras inferiores, responsáveis pelos instintos de sobrevivência, não nos levam a ser criativos. Na verdade, precisamos iluminá-los para, enfim, purificá-los. Os chakras superiores, responsáveis pela nossa iluminação e a abertura aos planos mais elevados de consciência, são os que devem e naturalmente são ativados para nos elevar espiritualmente.

Quando meditamos, algumas vezes ativamos o quinto chakra. Ou até mesmo pela Graça Divina, Deus nos abençoa com uma leve abertura desse chakra, chamado de Vishuddha, ou chakra da garganta. Nele temos acesso ao mundo da criatividade. Acredito que grandes escritores, artistas e músicos de grande sabedoria, possuíam essa abertura, onde conseguiram manifestar a criatividade divina aqui na Terra.

Sri Chinmoy, com toda sua capacidade espiritual, certamente tinha livre acesso a esse mundo de criatividade, pois sua manifestação através de mais de 1700 livros publicados, mais de 22000 músicas escritas, milhares de poemas e suas pinturas chamadas de Jharna-Kala (fonte-arte) não seria possível manifestar através da nossa mente humana limitada.

Nós buscadores espirituais que meditamos conseguimos manifestar essa divindade, mesmo não atingindo níveis de meditação tão elevados? De certa forma sim, evidentemente não na sua plenitude, tal como Sri Chinmoy, mas em níveis compatíveis com o nosso desenvolvimento espiritual. Algumas pessoas têm maior facilidade para criatividade, mas a Graça Divina pode vir para qualquer um. Basta meditar de forma correta, buscando a elevação espiritual. Então, se for a Sua Vontade, poderemos receber uma inspiração na forma de imaginação e posteriormente colocar em prática e sermos criativos.

Em outros termos, criatividade não necessariamente é criar uma música ou pintar um quadro, pode ser qualquer coisa no qual seja útil e sirva como inspiração para alguém. O simples fato de escrever um artigo como esse pode ser considerado uma forma de criatividade e manifestação, caso alguém venha a lê-lo e se inspire de alguma forma.

Ter ideias, imaginar, ou como algumas pessoas dizem: “pensar fora caixa” é um sinal de imaginação. Se a pessoa conseguir colocar em prática, podemos dizer que essa pessoa foi criativa. A criatividade não vem até nós de forma forçada. Muitas vezes, temos uma ideia, ou um insight, que seria uma compreensão súbita em momentos inesperados. Possivelmente uma ideia criativa pode vir entre um pensamento e outro, que na verdade é uma forma de meditação.

Portanto, se você meditar de forma correta, sem interesse em algo, e deixar que a Graça Divina faça a sua parte, você, cedo ou tarde pode ser abençoado com uma ideia criativa que pode inspirar alguém, sinta-se feliz, pois você estará expressando Deus de uma forma bem peculiar, que Ele mesmo escolheu.


 

 

Páginas relacionadas

Benefícios da meditação comprovados cientificament... Preciso da minha saúde física Todos os dias Preciso da minha saúde espiritual Constante e incansavelmente. - Sri Chinmoy, My Christmas-New...
Meditação, mediunidade, psicografia e os espíritos... Vejo com frequência nos cursos de meditação os alunos nos perguntar sobre o espiritismo, sobre os espíritos e mediunidade, em particular no aspecto da...
Receitas vegetarianas para quem não sabe cozinhar por Patanga Cordeiro   Movemos esta página para Receitas vegetarianas fáceis para solteiros       Se qui...
O que é a alma? O que é a alma?Textos de Sri Chinmoy, do livro Morte e ReencarnaçãoMais sobre morte e reencarnação      São as mesmas almas que continuam retorna...