Select Page

Meditação para iniciantes

Vídeo com dicas para quem está iniciando na meditação (7 minutos)

Play video

por Bhumika Barros

Para começar, devo louvar o iniciante que está em busca da meditação. Você deu início a uma corrida que não tem linha de chegada. Não se assuste! Apesar de ser uma corrida, trata-se de um percurso que só acrescenta e lhe faz crescer interiormente e, é aí que você descobre – maravilhado – que não há limites para tal crescimento, a linha de chegada é o Infinito.

Mas como todo bom iniciante, você não deve estar querendo tanta filosofia, e sim a prática, certo?

Começando a meditar como um iniciante

Vou começar falando sobre a minha própria experiência com a meditação, pois todos nós já fomos iniciantes um dia… Comecei há vinte e um anos. Como psicanalista que era, comecei a perceber que em todos os livros de que mais gostava naquela época, o autor sempre dizia praticar e recomendava a meditação. Desconfiei que era uma coisa boa, mas ainda assim, não procurei por nenhum curso. Gostava de praticar a Hatha Yoga (os asanas ou posturas físicas que ajudam no equilíbrio do corpo físico) quando apareceu no local onde eu praticava, um cartaz anunciando ‘Palestra de Meditação – para Iniciantes’. Uau! Era a minha oportunidade! Ao começar a palestra, parecia que cada palavra do palestrante saía de dentro de mim! “Mas como assim?” – eu pensava – “eu sou menos que uma iniciante! Hoje é a minha primeira palestra! E parece que eu já sei tudo que ele está falando!” Como comentário, vinte e um anos depois, diria que era a ‘voz do meu coração’ ou ‘alma’ vindo à tona. O coração espiritual, que tudo sabe. E assim começou a minha corrida no mundo da meditação. Uma psicanalista racional precisava ser capturada pelo coração, pois só ele para atropelar a mente que duvida.

Sim, eu buscava algo, embora não soubesse bem o quê. E a meditação lhe ensina que, de fato, esse algo está dentro e não fora. Não está no carro, na casa ou em outras pessoas.

Portanto, iniciante, se você está aqui é porque está buscando algo melhor do que a vida comum tem lhe proporcionado e, mesmo que ainda não saiba o que é, eu diria que está no caminho certo. A meditação é o único meio de encontrar algo além do que você já encontrou no mundo exterior e que, lamentavelmente, não trouxe satisfação.

 

“Before I call,

God’s Compassion-Eye answers.

Before I start,

God’s Compassion-Heart

Finishes the race for me.”

Sri Chinmoy, do livro Meditação

 

Nesse momento, acho que é hora de você parar de ler e fazer seu primeiro

Exercício de meditação/concentração – para iniciantes

A ponta do seu polegar: Concentre-se em apenas um objeto. Para se concentrar na ponta do seu polegar, imagine que a única posse que você tem é o polegar. O resto do corpo não pertence a você – apenas o polegar. Se quiser se concentrar na ponta do seu nariz, sinta que você é possuidor apenas dele; você não possui os seus olhos, orelhas, bocas ou membros. Se começar a pensar em alguma outra coisa, sinta que está entrando num território desconhecido. Dessa maneira, desenvolverá o seu poder de concentração.

Você tem a liberdade de escolher qualquer parte do seu corpo para se concentrar, mas tente usar alguma parte que você sinta como muito própria. E não se concentre no seu braço, mão ou perna. Pegue uma parte bem pequena do seu corpo – o olho ou o nariz ou a pontas de um dedo. Quanto menor, melhor para a concentração.”

Sri Chinmoy, do livro 222 Técnicas de Meditação

 

Eu diria que você já sentiu alguma diferença após fazer este exercício tão simples… Diria que ninguém é totalmente iniciante em Meditação. Nossa alma (ou ser interior) está ávida para ter espaço em nossa vida e sabe que a meditação é o caminho. Portanto, amigo iniciante, a Meditação não é tão estranha quanto pensamos. Ela é a amiga da nossa alma, parte invisível que já nasceu conosco.

Porém, um exercício não é tudo. Um iniciante em meditação quer mais dicas, não é?

Vamos às dicas externas – aliadas indispensáveis dessa busca interior:

Dicas para iniciar na meditação

Monte seu cantinho de Meditação

Faça um pequeno altar em casa – numa cadeira, prateleira, cômoda ou mesa – o importante é que seja num local tranquilo da casa e, como ideal, que só você frequente – seu próprio quarto, por exemplo ou algum quarto (por menor que seja) que tenha sobrando na casa.

Como criar seu próprio altar? Cubra a mesa ou prateleira ou cadeira com um pano claro, limpo e bonito (azul, branco ou dourado são ótimas cores). Coloque ali uma vela, que você só vai manter acesa durante a meditação. Coloque uma flor da sua preferência. A vela inspira a nossa busca por luz. A flor inspira as qualidades de beleza e pureza. Acenda um bom incenso, pois sua fragrância inspira a elevação que está sendo buscada.

É importante que o local seja limpo e não bagunçado. Lembre-se! Qualquer ajuda externa auxilia a busca interior, especialmente na meditação para iniciantes.

 

Que tal um exercício diferente, utilizando uma flor?

“Tão puro como uma flor: Por favor, olhe para a flor inteira por alguns segundos e, enquanto estiver se concentrando nela, tente sentir que você próprio é essa flor. Ao mesmo tempo, tente sentir que essa flor está crescendo dentro do seu coração – nas profundezas do seu coração.

Então, tente se concentrar em uma pétala da flor em particular. Sinta que essa pétala que você selecionou é a forma-semente da sua existência-realidade. Após alguns minutos, concentre-se na flor inteira novamente e sinta que ela é a Realidade Universal. Dessa maneira, vá e volte, concentre-se primeiro na pétala – a forma-semente da sua realidade – e então, na flor por inteiro – a Realidade Universal.

Enquanto estiver fazendo isso, por favor, não permita que nenhum pensamento entre na sua mente. Tente fazer sua mente absolutamente calma, quieta e tranquila. E também, gentilmente, mantenha os seus olhos meio abertos.

Após algum tempo, por favor, feche seu olhos e tente ver a flor na qual você esteve se concentrando, dentro do seu coração. Então, da mesma maneira que você se concentrou na flor física na sua mão, calmamente concentre-se na flor dentro do seu coração, com os olhos fechados. Uma flor significa pureza. Tente sentir que seu coração se tornou tão puro quanto a flor.”

Sri Chinmoy, do livro 222 Técnicas de Meditação

 

Horários

De manhã e à noite são os horários mais importantes. Meditar de manhã prepara você para enfrentar e atuar no dia que se segue. Como o artista afina o instrumento para entrar em cena, nós também devemos nos ‘afinar’ para entrar na cena da vida. Por volta das 6 horas da manhã é um bom horário, pois a atmosfera que nos rodeia ainda está razoavelmente calma. Mas, se acordar mais tarde, medite mesmo assim. Não é tão tranquilo, mas temos que afinar nosso instrumento igualmente, certo?

Meditar de noite, antes de ir para a cama, nos ajuda a ter uma melhor qualidade de sono, ajuda nosso ser interior a despertar enquanto dormimos, afugenta as perturbações noturnas, como pesadelos etc. Enfim, nossa vida durante o sono também pode se tornar mais espiritual.

Pergunta: Como alguém pode encontrar tempo para meditar ao longo de um dia cheio de atividades?

Sri Chinmoy: Temos vinte e quatro horas à nossa disposição e encontramos tempo para fazer todo tipo de coisa durante o dia. O que nos impede de pensar em Deus por cinco ou dez minutos por dia? Temos tempo para comer, temos tempo para dormir, temos tempo para encontrar nossos amigos, ler jornal ou assistir televisão. Temos tempo para fazer o que quer que consideremos necessário. Então, quando o assunto é Deus, como podemos dizer que não temos tempo?

Deus está clamando para que pensemos n’Ele. Mas se não consideramos Deus importante em nossa vida, então sempre estaremos muito ocupados.”

Sri Chinmoy, do livro Meditação

 

Limpeza

Já falei da limpeza do local da meditação, mas a limpeza do corpo também é muito importante. Se possível devemos tomar um banho antes da meditação. Se não for possível, ao menos lavarmos rosto e mãos. Isso não só ajuda a nos despertar (se estivermos sonolentos), como traz uma sensação de pureza – ainda que no plano externo.

Roupas limpas e claras também ajudam nessa sensação de pureza. Não devemos meditar com as roupas que chegamos da rua.

Reparem que tudo isso é uma preparação para o grande momento em si – a Meditação.

Onde e como sentarmos?

Podemos sentar numa cadeira, desde que plantemos bem os pés no chão. Podemos sentar na ponta de uma almofada, colocada no chão, em frente ao nosso altar. Mas o que realmente importa, é que nossa coluna permaneça ereta e relaxada ao mesmo tempo (isso se aprende com a prática). E nos leva ao próximo tópico…

Disciplina, Regularidade e Persistência

Assim como temos que ter regularidade nos exercícios físicos quando queremos melhorar nosso corpo, também temos que ter regularidade, se queremos incrementar a nossa busca interior. A disciplina necessária para o atleta se desenvolver, é a mesma que temos que ter para acessar nosso ser interior. Não desistir, não esmorecer diante dos obstáculos que surgem (telefone que toca, convites, dorzinhas, cansaço, problemas em geral). Nada deve nos impedir de ir ao ‘encontro’ com nosso ser (ou Deus) interior, de manhã e à noite! Aos poucos, isso se torna parte da nossa rotina de vida, como escovar os dentes. Não desista!!!

“Continue tentando! Acontece com frequência ser a última chave aquela que abre a porta. Da mesma forma, é sua última oração que pode conceder sua salvação, e sua última meditação que pode conceder sua realização.”

Sri Chinmoy, do livro Meditação

 

Música para Meditação

Recomendo a música espiritual como pano de fundo para sua prática diária de meditação. Junto com todos os elementos já citados, ela servirá como um alicerce para lhe manter concentrado no seu interior. Concentre-se no centro do peito e imagine que a música flui por aí. Mas atenção! É importante que essa música seja composta por alguém de consciência bem elevada – preferencialmente um Mestre espiritual realizado. Indicamos a Radio Sri Chinmoy como fonte de busca de música para meditação.

Pergunta: Podemos usar a música para nos ajudar em nossa vida espiritual?

Sri Chinmoy: Nós definitivamente podemos usar a música para nos ajudar em nossa vida espiritual. Música e vida espiritual são como irmãos gêmeos. Não podemos separá-las. Como poderíamos separar dois dedos, dois olhos? Eles vivem lado a lado. Se um olho não estiver funcionando bem, então sentiremos que nossa visão é imperfeita. Música e vida espiritual podem facilmente caminhar juntas. Uma complementa a outra. A música ajuda o buscador espiritual a mergulhar profundamente em seu interior para obter a extrema satisfação da vida, da verdade, da realidade. A vida espiritual, por sua vez, ajuda a música a oferecer sua capacidade e sua força, que é a luz da alma, para todo o mundo.”

Sri Chinmoy, do livro Meditação

 

Após uma semana de prática, é hora de observar os resultados em si

Você pode até escrever para si mesmo, dizendo como se sente com e sem as práticas de meditação.

Pode observar e anotar exemplos de suas atitudes mentais e emocionais antes e depois da semana de prática de meditação.

Se você praticar razoavelmente, com certa disciplina, é certo que vai perceber diferenças em suas reações e posturas diante do seu cotidiano. Apenas experimente!

 

Elementos que ajudam na busca interior

Praticar exercícios físicos, especialmente a corrida, preparam o corpo para a hora de aquietá-lo. A corrida tem a vantagem de ser algo simples, que fazíamos muito quando crianças. Ela traz a sensação de leveza, pois faz circular qualquer energia estagnada no nosso organismo. Traz, naturalmente, alegria, através de reações químicas do cérebro e, a maravilhosa sensação de auto-superação, pois estamos fazendo algo que não costumamos fazer normalmente.

“A corrida exterior

E a interior

São duas almas complementares.

Elas ajudam uma a outra

Imensamente.”

Sri Chinmoy, do livro The Inner Running and Outer Running

Play video

Vegetarianismo

É verdade que ser vegetariano em si não leva ninguém até Deus. Mas se você pratica o vegetarianismo juntamente com a meditação, isso ajuda muito nessa busca integral de purificação do seu interior, pois você não estará ingerindo a energia de agressividade e medo, contida na carne animal. É mais uma ajuda nessa importante busca que você está empreendendo, que vai facilitar a sua ‘Meditação para Iniciantes’. Experimente!

“Pergunta: É necessário ser vegetariano para levar uma vida espiritual?

Sri Chinmoy: A dieta vegetariana desempenha um importante papel na vida espiritual. Pureza é algo da mais alta importância para um aspirante. Devemos estabelecê-la no corpo, na mente e no vital. Quando ingerimos carne, a consciência agressiva do animal entra em nós. Nossos nervos se tornam agitados e irrequietos, e isso interfere na meditação. Se um buscador não pára de comer carne, geralmente ele não tem experiências ou visões sutis.”

Sri Chinmoy, do livro Meditação

Leitura

A leitura de livros espirituais purifica a mente (sempre tão envolvida em problemas do mundo) e a eleva, sendo um pilar importante para a ‘afinação do nosso instrumento’. Busque livros e textos escritos por Mestres espirituais, pois a consciência elevada do mestre, permeará todos os seus escritos. Procure ler ao menos meia hora todos os dias. Lembre da disciplina do atleta e que você está tentando se tornar um atleta da espiritualidade.

Recomendo o site srichinmoylibrary.com, onde poderá encontrar uma infinidade de textos e livros de Sri Chinmoy em quase todos os temas que quiser ler.

Grupo Espiritual

Ajuda imensamente encontrar um grupo de buscadores com interesses semelhantes aos seus. Meditar é seu direito de nascença. Meditar em grupo (além de individualmente), ajuda você a se manter firme no caminho da persistência. Assim como, um inspira o outro a querer ser cada vez melhor.

Mestre Espiritual

É dito que “quando o discípulo está pronto, o Mestre aparece”. O que posso garantir é que meditar sob a orientação de um Mestre espiritual realizado, acelera o seu crescimento e transformação (se é isso que está buscando) de forma meteórica. Você não tem que estar perfeito para encontrar um mestre. Só tem que querer ir muito fundo na sua busca interior. O Mestre irá aceitá-lo com suas qualidades boas e ruins e ajudá-lo – através de várias orientações – a conseguir a premissa básica de todo buscador sincero: a autotranscendência!

“A coisa mais importante que um Mestre espiritual faz por suas crianças espirituais é torná-las conscientes de algo vasto e infinito dentro delas mesmas, o que não é nada além do que o próprio Deus.”

Sri Chinmoy, do livro Meditação

 

E para concluir, mais um exercício:

Inspirando Paz e Alegria

A primeira coisa que você deve pensar ao treinar técnicas de respiração é pureza. Quando você inspira, se puder sentir que o ar vem diretamente de Deus, a Pureza em pessoa, então sua respiração pode ser facilmente purificada. A cada inspiração, sinta que você traz paz infinita ao seu corpo. O oposto de paz é inquietação. Quando expirar, sinta que põe para fora toda a inquietação que existe dentro de você e ao seu redor. Se puder expirar dessa forma, você perceberá que a inquietação o está deixando. Depois de fazer isso por algumas vezes, sinta então que inspira o poder do universo, e que todo o seu medo vai embora ao expirar. Após isso, sinta que você inspira infinita alegria e expira tristeza, sofrimento e melancolia.”

Sri Chinmoy, do livro Meditação

Páginas relacionadas

A Vida Espiritual é uma Fuga? Uma pessoa não-aspirante pensa que o desejo imorredouro é a única realidade. Uma pessoa aspirante sente que uma experiência divina é a única realidade...
O que é Deus? O que é Deus? Abaixo algumas perguntas do livro Meditação, Yoga e a Arte de Viver: a Aventura da Vida   Sri Chinmoy: Deus é infinita Con...
O significado interior das cores Mesmo antes que eu soubesse Quem Deus era, Deus começou a pintar minha vida Com Suas Cores-Compaixão. - Sri Chinmoy, do livro Deus é ...
Alimentação, saúde e boa forma Alimentação, saúde e boa forma Por Sri Chinmoy, do livro Meditação, Yoga e a Arte de Viver: a Aventura da Vida Não viemos ao mundo apenas para ing...