Select Page

textos de Sri Chinmoy

…Na vida espiritual estamos procurando por uma península espiritual. A península é o Amor, a Devoção e a Entrega – Amor Divino, Devoção Divina e Entrega Divina. O amor humano prende; O Amor Divino expande. A devoção humana é o nosso apego inconsciente; a Devoção Divina é o nosso conhecimento consciente da nossa realidade maior. A entrega humana é a entrega do escravo ao seu mestre; a Entrega Divina é a entrega do finito ao Infinito. Essa entrega é consciente, de coração e incondicional e permite que o ser humano realize a sua Fonte, Deus.

 

Pergunta: A Bem-aventurança pode ser experienciada pelo homem na terra?

Sri Chinmoy: Certamente, mas não por um homem comum. Ela pode ser experienciada por homens espirituais, que sabem que Deus é a única Realidade e que tentam experienciar Deus em e através de tudo. Um buscador da Verdade mais elevada e absoluta, é capaz de viver a Bem-aventurança com o passar do tempo, quando chega a Hora-Deus. A Bem-aventurança pode facilmente ser vivida, mas é necessária uma verdadeira preparação para essa experiência. De outra forma, muitas vezes podemos confundir a Bem-aventurança com o prazer. Quando temos Bem-aventurança verdadeira, recebemos uma sensação interior dentro do nosso coração, um tipo de ápice estático dentro dele.

 

Pergunta: Qual é especificamente o propósito da minha vida aqui na terra?

Sri Chinmoy: Especificamente, o propósito da sua vida aqui na terra é oferecer ao Supremo o que você pensa que é – um mar de ignorância – e receber Dele o que Ele sabe que você é – um mar de luz e deleite.

Pergunta: Como eu posso manifestar melhor o Supremo?

Sri Chinmoy: Você pode manifestá-Lo melhor sentindo constantemente no plano físico que é desamparado e inútil sem Ele, pois, o Supremo fica insatisfeito e incompleto, até que tenha Se manifestado em e através de você no plano espiritual.

Pergunta: Qual é a Verdade mais elevada?

Sri Chinmoy: A Verdade mais elevada é que o homem e Deus são eternamente um e inseparáveis, embora nesse momento, o homem seja um Deus não realizado e Deus seja um homem incompleto e não manifestado.

Pergunta: Como a vida pode se tornar mais verdadeira?

Sri Chinmoy: A vida pode não apenas se tornar mais verdadeira, mas a única realidade, se a considerarmos como incorporação de Deus, o Jogador Eterno.

 

Nunca será tarde para amar meus irmãos e irmãs – a humanidade – no meu Amado Supremo.

Nunca será tarde para que eu diga ao meu doce Senhor que eu existo somente para Ele. Vê-Lo cara a cara, a Ele amar, servir e satisfazer, pois para isso eu vi a luz do dia.

Nunca será tarde para aprender o que eu realmente sou no mundo interior e para desaprender o que eu realmente não sou no mundo exterior.

 

Nós estabelecemos uma meta de acordo com a nossa própria percepção interior e essa meta será alcançada. Mas pelo fato de termos estabelecido a nossa meta de acordo com a nossa própria imagem interior, nós não ficaremos satisfeitos; ficaremos frustrados. Mas a todo momento, quando orarmos, nos concentrarmos, meditarmos e contemplarmos, se pudermos manter à frente a nossa promessa devotada ao nosso Amado Supremo e, se pudermos manter a nossa certeza interior, então, poderemos e iremos satisfazer essa promessa – a Ele agradar à Sua própria maneira, para isso nós vimos a luz do dia. Só assim, nossa oração, concentração, meditação e contemplação terão um valor, um significado e uma satisfação verdadeiros.

 

Oh coração problemático, oh coração problemático,

Não seja assim.

Deus vai definitivamente curá-lo,

Curar suas dores,

Seus sofrimentos,

Pois você é Seu divino instrumento escolhido.

Para agradá-Lo em Seu sonho,

Satisfazê-Lo em Seu esquema sem fim,

Você viu a luz do dia.

Deus está sempre pronto a estar com você

Em Seus infinitos sol-deleite,

Lua-brilhante e raio ilimitado.

Agora

Estamos sempre dispostos a dizer que não é muito tarde para fazer alguma coisa, mas falamos que não é muito cedo para fazer algo? Não é muito cedo para fazer qualquer coisa na vida. Não é muito cedo para rezar nas primeiras horas da manhã. Não é muito cedo para realizar Deus. Não é muito cedo para revelá-Lo. Não é muito cedo para manifestá-Lo. O quão cedo realizarmos Deus, revelarmos Deus e manifestarmos Deus, mais cedo teremos um novo começo, apontando para uma meta mais elevada, mais iluminada e mais satisfatória.

Na vida espiritual não há tal coisa como, cedo. Esse momento, o Agora eterno, é o único salvador, único libertador e único preenchedor. Levantar de manhã cedo, às três da manhã, é uma tarefa difícil. Mas se você disser que é muito cedo, então eu direi que está enganado. Você está enganado, porque o que chama de cedo ou tarde, é decidido pela sua mente. É uma descoberta da sua mente, de que três da manhã é cedo e seis da manhã é tarde. É a mente que lhe diz que três da manhã é muito cedo e oito da manhã é muito tarde.

Se for além da mente, não haverá tal coisa como cedo ou tarde. Haverá apenas uma hora, que é a Hora de Deus. E onde está a Hora de Deus? Está dentro do Agora. O que é o Agora? O Agora é Deus-a Preparação, Deus-a Aspiração, Deus-a Evolução e Deus-a Perfeição sempre-transcendente.

1:15pm

20 de Julho de 1977

Centro Sri Chinmoy

Jamaica, Nova York

Páginas relacionadas